Pular para o conteúdo

Em nota pública, Prefeito diz que não houve interferência no caso dos presídios

30/09/2013

Após a divulgação da informação de que o Governo do Estado estaria transferindo os recursos destinados à construção de uma penitenciária no município de Barreiras para a construção de um Centro de Detenção Provisória (CDP) em Luís Eduardo Magalhães, vimos a público informar que, até a última quinta-feira, 26, data da veículação do ofício da Secretaria de Administração Penitenciária e Prisional do Estado da Bahia na imprensa regional, o Governo de Luís Eduardo Magalhães desconhecia o teor do documento.

Tínhamos conhecimento do interesse do estado em implantar um CDP em Luís Eduardo Magalhães, mas, a informação que dispúnhamos, após todas as conversas que mantivemos com o governo estadual, era de que o CDP de Luís Eduardo Magalhães somar-se-ia a leva de investimentos previstos para a região para o ano de 2014, incluso a construção da penitenciária em Barreiras e a construção do Distrito Integrado de Segurança Pública (DISEP), em Luís Eduardo Magalhães.

Esperamos que a divulgação da nota pública assinada pelo secretário Nestor Duarte, ressaltando que a construção da penitenciária de Barreiras e a implantação do CDP em Luís Eduardo Magalhães estão mantidas pelo governo estadual, porém, em formato e com recurso diferenciado, confirme-se na prática, uma vez, serem inegáveis os benefícios que ambas as obras trarão para a região, tendo em vista a precariedade e superlotação, tanto do Complexo Policial de Barreiras quanto da Delegacia de Polícia de Luís Eduardo Magalhães.

O município de Luís Eduardo Magalhães defende o desenvolvimento da região e jamais irá interferir ou aceitar a tomada de decisões que venham a prejudicar de alguma forma os municípios e a população do Oeste da Bahia.

Luís Eduardo Magalhães, 30 de setembro de 2013. Marcos Alecrim. Prefeito em Exercício

One Comment leave one →
  1. Itapuan Cunha permalink
    01/10/2013 15:57

    Sampaio.
    Acho que alguns políticos pensam que nós, eleitores, nada entendemos de procedimentos para essa ou aquela construção! Será que os presídios anunciados pelo Sr. Nestor Duarte, um contumaz suplente de deputado, estão imunes às chamadas licitações?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: