Pular para o conteúdo

César Borges pede celeridade ao novo Superintendente na Bahia. E confirma 49 km na BR 242.

13/08/2013

César Borges e superintendenteNo dia seguinte à posse de Amauri Sousa Lima como superintendente regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes no estado da Bahia (DNIT/BA), o ministro dos Transportes, César Borges, realizou a primeira reunião de trabalho nesta terça-feira (13/08), em Brasília, com o novo gestor para determinar empenho e agilidade do no estado. “Assim como fez a presidenta Dilma no ato da minha posse, pedindo que desse celeridade às obras de competência da pasta que estava assumindo, faço o mesmo agora, com o Amauri, em relação à Bahia”, disse César Borges. Ele afirmou que a nomeação do engenheiro civil para o DNIT/BA está condicionada a contatos e relatórios frequentes da superintendência com a sede do DNIT, em Brasília, e com o próprio ministro, “uma forma de, apesar de passar a semana em Brasília, mantê-lo atualizado diariamente sobre tudo o que ocorre em território baiano”, reiterou Borges.

O novo superintendente ratificou o posicionamento do ministro. “A orientação é para que façamos o melhor pela Bahia, exatamente porque ele é baiano e tem uma expectativa imensa para que as coisas aconteçam com velocidade. Nós temos recursos para fazer um grande trabalho no estado”, garantiu Amauri. Ele assume o posto com o compromisso de dar agilidade aos processos em andamento, muitos deles atrasados devido à greve de funcionários do DNIT. “A expectativa é muito boa. Infelizmente, a gente passa, no momento, por uma greve de servidores. Isso dificulta um pouco a ação imediata, mas nós vamos conseguir dar celeridade às ações para termos sucesso nos resultados o mais rápido possível”, prevê o superintendente.

A Bahia possui a segunda maior malha rodoviária do país – são 5.700 quilômetros de rodovia pavimentada, além de ter as rodovias mais importantes do país cortando o estado. Segundo Amauri, embora essa malha esteja em boas condições, falta investimento, seja de implantação, restauração ou conservação. Ele destaca o entroncamento da BR-116 com a BR-242, a travessia urbana de Jequié e a duplicação da BR-116 e BR-101 Norte. “Esses são os nossos objetivos mais urgentes”, exemplifica.

Somente para o segundo semestre de 2013, estão previstas as licitações de intervenções de construção/adequação em trechos de cinco rodovias que cortam o estado: BR-101, BR-116, BR-135, BR-235 e BR-415. Há também obras que já deverão entrar em execução. É o caso da pavimentação do trecho de 49 quilômetros no entroncamento entre a BA-460 no município de Luís Eduardo Magalhães (BA) e a divisa com o estado do Tocantins, pela BR-242. A obra, que irá promover a expansão da agroindústria na região do oeste baiano, teve a ordem de serviço emitida em maio e, segundo Amauri, deve iniciar já na próxima semana.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: