Pular para o conteúdo

Marimbondos da ferroada doída.

01/05/2013

O assunto principal da sessão ordinária da Câmara Municipal, realizada nesta terça à noite, foi a tal mudança do lixão, do lugar onde hoje se encontra, para um novo local, ao sul da cidade, a 4 quilômetros do eixo da BR-020, onde a Prefeitura fez o projeto de um depósito controlado de resíduos.

Acontece que esse projeto não foi liberado pelos órgãos ambientais com a presteza que o prefeito Humberto Santa Cruz precisava. A associação dos moradores da Cidade Universitária e do Residencial 90 está pressionando a Câmara, enquanto os vereadores de Oposição, por sua vez, pretendem reunir forças para pressionar o Prefeito.

Pois na noite de ontem, o assunto corria faceiro entre bates e rebates, quando no grande expediente o vereador Alaídio Castilho resolveu criar uma de suas parábolas:

marimbondos– Quando eu era menino pobre e roçava pasto lá no Goiás, quando a gente via uma “caixa” de marimbondos, aboletada num arbusto, ficava com medo e desviava. Ali ninguém mais batia o pasto. Pois os vereadores daqui se assemelham aos meus companheiros de roçada. Ficam desviando as caixas de marimbondos do prefeito, com medo da ferroada. Tem que se unir pessoal e exigir do Prefeito as medidas necessárias, mesmo que a ferroada seja doída.

UAUMAIS 

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: