Pular para o conteúdo

Ministério da Agricultura analisa pleito do Oeste baiano

01/03/2013

Atendendo ao pedido de apoio do Governador, Jaques Wagner, em prol dos produtores de soja, algodão e milho da região Oeste contra a lagarta Helicoverpa zea, aconteceu ontem  (28),em Brasília, reunião convocada pelo Secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Ênio Marques,para discutir os problemas gerados pela praga nas lavouras da Bahia e outros estados da Federação. A gravidade da situação subsidiou o pleito pelo decreto de situação de emergência, propondo ações imediatas.

O secretário Eduardo Salles afirmou hoje, durante evento de apresentação da nova diretoria da AIBA, que prejuízos com a seca e  com a helicoverpa são imensos.

O secretário Eduardo Salles afirmou hoje, durante evento de apresentação da nova diretoria da AIBA, que prejuízos com a seca e com a helicoverpa são imensos.

A medida visa acelerar as ações para amenizar os prejuízos para a próxima safra, como o registro de defensivos agrícolas seletivos que já possuam largo uso e eficiência comprovada em outros países. Algumas orientações de manejo da praga apresentadas nesta reunião foram estabelecidas em conjunto com as entidades de classe e consultores da região Oeste e de outros estados.

O Mapa ainda solicitou o envio de pareceres técnicos da Adab e Embrapa, em caráter de urgência, baseados em levantamentos fitossanitários no âmbito estadual e nacional, respectivamente. Estes documentos respaldarão a criação do Programa Nacional de Controle e Manejo da Helicoverpazea visando diminuir os impactos causados pela praga e proporcionar à sociedade produtos de qualidade. “A criação desse programa será um grande marco para a defesa agropecuária nacional e os maiores beneficiados são os produtores e a população”, afirma o secretário estadual da Agricultura, Eduardo Salles.

“O importante agora é agir proativamente, ajustar os detalhes necessários para o desenvolvimento efetivo das ações e contar com a conscientização e comprometimento dos produtores”, salienta o diretor geral da Adab, Paulo Emílio Torres.

Participaram da reunião o diretor geral da Adab, Paulo Emílio Torres, representando o secretário estadual de Agricultura, Eduardo Salles; o diretor de Sanidade Vegetal, Cosan Coutinho e José Conceição, (Mapa). Também estiveram presentes o presidente da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), Júlio César Busato; o diretor executivo da Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa), Márcio Portocarrero; a presidente da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Isabel da Cunha; o pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), José Edmilson Miranda; e Celito Breda, da Associação dos Engenheiros Agrônomos de Luís Eduardo Magalhães.

One Comment leave one →
  1. Flo permalink
    03/03/2013 7:25

    depois que nasce a criança todo mundo quer ser padrinho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: