Pular para o conteúdo

Ponte da Prainha é brincadeira com a tragédia.

30/08/2012

A ponte de madeira da Prainha, uma vergonha para o Município e para o Estado, será interditada durante 17 dias para realização de alguns reparos. A passagem de carros pesados, como os ônibus carregados de universitários, é uma brincadeira de mau gosto com a tragédia.

Agora o DERBA resolveu botar um paradeiro na questão e fazer uma reforma caprichada. O tráfego de veículos ficará suspenso a partir desta quinta – feira (30) de agosto até 15 de setembro de 2012. Neste período o acesso ao local poderá ser realizado através da estrada que liga a BR 242 a ponte da Cotia, nas imediações da delegacia 1010 da Polícia Rodoviária Federal,  na BR 242. 

O correto mesmo seria construir uma ponte de concreto no local e dar um fim a essa pendenga. No entanto, a indecisão do Governo do Estado em dar prioridade ao projeto permanece.

Após a publicação desta matéria, a assessoria de Comunicação da Secretaria de Infraestrutura distribuiu a seguinte nota:

“Informamos que a Prefeitura de Barreiras, por meio da Secretaria de Infraestrutura, já enviou uma equipe de trabalho para realizar o reparo na Ponte sobre o Rio Grande, que dá acesso ao Campus da Universidade Federal da Bahia e comunidades rurais. A secretária de infraestrutura está à disposição da comunidade rural e acadêmica para qualquer solicitação. Enquanto as obras da ponte de cimento não forem concluídas, a Prefeitura continuará realizando as manutenções necessárias à segurança de todos que utilizam a ponte de madeira.”

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: