Pular para o conteúdo

Vereadores fazem reivindicações importantes.

10/11/2010

Os vereadores Sidnei Giachini e Geraldo Morais reforçaram, ontem,9, na sessão ordinária da Câmara a solicitação para que o Executivo de Luís Eduardo Magalhães construa um calçadão na praça central da cidade, em frente à matriz, transferindo para ali a praça de alimentação.

Transferência de títulos eleitorais.

Giachini ressaltou também que, em 20 ou 30 dias, o Cartório Eleitoral estará apto para fazer transferências de títulos. Segundo o Vereador, são mais de 8.000 habitantes que precisam fazer a transferência de seu domicílio eleitoral. Giachini pediu também que os empresários da cidade liberem seus funcionários por meio turno para a efetivação da transferência. O colégio eleitoral de Luís Eduardo poderá ter mais de 35 mil eleitores em 2012. Se a Câmara confirmar 11 vereadores e considerando 20% de abstenção, cada candidato deverá obter, conforme sua legenda, uma média de 800 votos para almejar a eleição.

Construções irregulares

Os vereadores Valmor Mariussi e Alaídio Castilhos lamentaram ontem o prosseguimento das obras irregulares na cidade, citando principalmente uma na rua São Francisco e a do Posto Porto Brasil, que apesar de regularizada na gestão anterior, invade espaço público e a faixa de domínio da rodovia. O vereador Cabo Carlos lamentou o ordenamento do trânsito no Posto 90, pedindo asfaltamento e meio-fio para a avenida Enedino Alves da Paixão: “Os motoristas de caminhão estacionam em qualquer lugar e trancam o trânsito. Se não for demarcado o que é rua e o que é a área de manobras do posto fica muito difícil transitar por ali”.

Bares com música ao vivo e lei do silêncio.

O vereador Cabo Carlos diz que é impossível continuar com bares tocando música ao vivo ou mecânica, em alto volume, qualquer dia da semana: “Temos a lei do silêncio, temos a Lei do Psiu, temos policiais civis e militares para reprimir, temos promotor público, dois juízes, vereadores e prefeitos. Como vamos deixar a proliferação de bares com som alto e bagunça a noite toda?”, questionou o vereador.

O vereador tem a mais absoluta razão. Luís Eduardo tem um grande afluxo de funcionários das fazendas que vêm à cidade, durante o final de semana, em busca de diversão e os donos de bares, a maioria sem alvará de funcionamento, fazem de tudo para chamar sua atenção, como bebida farta, som em alto volume e umas mocinhas casadoiras desacompanhadas.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: