Pular para o conteúdo

Decretada prisão preventiva dos executores e mandantes de Guerino e Lisa Kieling.

27/08/2010

Os filhos de Guerino e irmãos de Lisa, os mandantes do crime bárbaro.

Foi decretada hoje à tarde a prisão preventiva dos executores e mandantes do assassinato de Guerino Kieling e Lisa Kieling, crime ocorrido na Estrada do Café, em meados do mês de julho. Os filhos de Guerino e irmãos de Lisa, Celso (39 anos) e Nilso Kieling (42 anos) foram indiciados como mandantes, após acareação com os assassinos, Damião Bispo de Silva (Cigano) e Roberto Carlos Gomes. A prisão temporária havia sido determinada pelo juiz César Lemos de Carvalho e hoje transformada em preventiva. Com isso, os detidos deverão ser transferidos para presídio em Salvador para aguardar julgamento, que deve acontecer no início de 2011.

Cigano, o primeiro a ser preso.

Os irmãos Kieling, proprietários rurais no Paraguai, eram de há muito inimigos de Guerino e da irmã, por motivos de desentendimentos financeiros. E vieram há cerca de 5 meses para a região Oeste com o objetivo de contratar os assassinos, o que fizeram com a promessa de entrega de máquinas agrícolas no valor de 500 mil reais. Eles compraram até passagens para provar que estavam no Paraguai durante o período anterior ao assassinato. A proposta era que os assassinos executassem o serviço de morte do pai com requintes de crueldade, a pauladas, pois segundo confissão de Damião e Roberto Carlos, o pai era valente e mau.

Roberto Carlos Gomes, que foi preso em Bom Jesus da Lapa após 10 dias de investigação.

Conforme foi adiantado, os bandidos ensacaram, em um big bag, com a colaboração forçada da senhora Leonilda Kieling, os corpos de seu esposo e da filha, esta assassinada com um tiro no rosto e outro no tórax. Quando a Polícia encontrou os corpos estes já estavam em adiantado estado de decomposição. Após isso e a manutenção da idosa por dois dias em cárcere privado, os marginais abandonaram-na perto de uma fazenda dos irmãos Walker.

Após a prisão de Damião,  o delegado Rivaldo Luz e os agentes Júlio César (Barreiras), Herculano Miguel, Renato Galvão, Jorge e Hecílio, com a colaboração direta do delegado José Resende, iniciaram as investigações na região de Ibotirama, Paratinga e Bom Jesus da Lapa, tendo então detido Roberto Carlos. A polícia ainda investiga o paradeiro de um quinto participante do crime, que se encontra foragido.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: