Pular para o conteúdo

Compadrismo responsável de Brasil e Portugal.

25/06/2010

Só uma expressão pode mostrar o que foi o jogo de hoje Brasil x Paraguai: compadrismo responsável. Tanto a equipe brasileira como a lusitana tiveram medo uma da outra e se acomodaram num jogo de bate e rebate, com poucos momentos de emoção, protagonizados principalmente por Nilmar e Cristiano Ronaldo. Claro que o objetivo era esse. Dunga foi inteligente ao propor um jogo completamente morno, não fossem as patadas violentas de uns e outros. Mas o time brasileiro, sem meias armadores, sem maestros em campo, foi de uma mediocridade absoluta. Sem Robinho, Kaká e Elano, somos nada. O único que quis sair para o jogo foi Lúcio. E avançou perigosamente, sem que os laterais fechassem para o centro. Foi um jogo tumultuado no meio campo, com mais pontapés que chutes a gol. Futebol varzeano, de péssima qualidade, que não evitou algumas reconfortantes cochiladas.

Já fiz o simulador do Lancenet. É o melhor que pintou por aí. Clique no link para fazer o seu. Segundo minha opinião de leigo, a decisão vai separar as duas torcidas apenas pelas águas barrentas do rio da Prata. Vai ser fogo. E não se queixem: terminaremos em terceiro. Não está bom?


No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: