Pular para o conteúdo

Dia de festa na primeira sessão da Câmara em 2010

24/02/2010

Foto de Morena Sampaio. Clique na foto para ampliar

Foi realmente uma festa a sessão solene de abertura do ano legislativo na Câmara Municipal de Luís Eduardo. A presença de Humberto Santa Cruz e da maioria do seu secretariado, do ex-prefeito Oziel de Oliveira, do deputado estadual, Sandro Régis(PR), além de uma centena de assessores, funcionários municipais e populares, trouxe o brilho especial de longos discursos e afirmações candentes, dentro do novo plenário.

Sandro Régis fez uma declaração surpreendente: “Sou o deputado estadual mais votado da atual legislatura e ainda não conhecia o Oeste baiano. O ritmo acelerado de crescimento de Luís Eduardo é inédito em todo o Estado.”

O pronunciamento de Humberto foi longo e emocionado. Foto de Morena Sampaio

Os vereadores também foram incisivos nas suas alocuções inaugurais. Sidnei Giachini afirmou que Humberto vai deixar um legado de obras no ano que se inicia, mas ressalvou: “Não hesite em trocar alguma peça do seu tabuleiro”, referindo-se obviamente a algum dos secretários que não está acompanhando o ritmo da atual administração. Valmor Mariussi foi mais longe: “Aguardamos posições firmes do Prefeito”. E ainda asseverou:

-A política só tomará novos rumos quando o eleitor descobrir a necessidade de fazer política todo dia e não só nas eleições. A Sociedade Civil Organizada discute sistematicamente a segurança pública. Mas só um punhado de heróis não é satisfatório. É preciso a participação efetiva da população”.

Cabo Carlos ratificou sua posição de que o Município precisa de “obras e mais obras”. Ariston alertou: “Vou bater quando necessário e elogiar na hora certa”. O suplente Clauber Klauck, que assumiu hoje no lugar de Geraldo Morais, novo secretário de Planejamento, reivindicou “uma maior aproximação da Capital com este município”.

Vereadores, Oziel de Oliveira e dep Sandro Régis ouviram com atenção a mensagem do Prefeito ao Legislativo.

O presidente da Câmara, Éder Fior, lamentou em seu longo pronunciamento o fato de Jaques Wagner ter colocado o Oeste da Bahia no ostracismo. Disse também que o Município batalha pela instalação dos cartórios da Comarca e também a presença efetiva do Ministério Público. Fior reivindicou também a assinatura de convênio com a OAB – Ordem dos Advogados do Brasil para o estabelecimento de uma verdadeira defensoria pública, que contemple larga faixa da população menos favorecida:

– Queremos também a inclusão da guarda municipal como força auxiliar de segurança; a criação de uma escola técnica de qualidade para formar nossos jovens; uma casa de passagem para o menor abandonado; uma vaca mecânica para produzir leite de soja para a população carente e escolares; e que nós tenhamos muitas obras este ano”

Humberto Santa Cruz iniciou sua mensagem ao Legislativo com uma referência “a sua baixa atuação política no ano de 2009”, tendo em vista o forte trabalho na elaboração de projetos “que agora trouxeram mais R$15 milhões para obras na cidade.” Humberto foi ainda mais enfático:

– “Estou político e vou fazer política com P maiúsculo. O momento é de escolhas. O ano de 2010 vai ser um tempo de acertos, de implantação definitiva de um modelo conceitual de Governo, com sistema de governança participativa e mais transparência, com o objetivo de fazer uma cidade mais humana e um povo mais feliz.”

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: