Skip to content

Assassinato de menor pelo Pai e Madrasta estarrece o Rio Grande do Sul

15/04/2014
O Pai e a Madrasta

O Pai e a Madrasta, suspeitos do assassinato por injeção letal

A vítima

A vítima

É grande a repercussão no Rio Grande do Sul do assassinato do menino Bernardo Uglione Boldrini, cujo corpo foi encontrado enterrado por volta das 19:30 horas dessa segunda-feira, 14, em um matagal, às margens do rio Mico, na Linha São Francisco, em Frederico Westphalen.

De acordo com a Polícia Civil de Frederico Westphalen uma Força Tarefa, com agentes de Porto Alegre, Santa Rosa, Santo Ângelo e Frederico Westphalen foi realizada para progredir nas buscas pelo menino Bernardo Uglione Boldrini.

Ainda conforme a Polícia, o pai Leandro Boldrini e a madrasta Gracieli Uglione estão presos no Presídio Estadual de Três Passos. Além disso, uma amiga do casal, Edelvania Wirganovicz, de 40 anos, de Frederico Westphalen, também está presa por suspeita de participação no crime. A suspeita é de que a morte seja por injeção letal, aplicada pela madrasta, porém só a perícia poderá confirmar a informação.

Atual companheira de Leandro Boldrini, 38 anos, Graciele estudou Enfermagem na Unijuí, trabalhou em Porto Alegre e em uma área indígena no município de Redentora, noroeste do Estado. Tornou-se sócia de Leandro na Clínica Cirúrgica Boldrini, em Três Passos, e companheira dele. Ambos têm um filho de 1 ano e três meses e vivem juntos desde que a mãe de Bernardo cometeu suicídio, em 2010.

Edelvânia foi quem conduziu os policiais até o local onde o menino foi enterrado

Edelvânia foi quem conduziu os policiais até o local onde o menino foi enterrado

Em entrevista coletiva concedida à imprensa na manhã desta terça-feira, a delegada Caroline Virgínia Bamberg disse não ter dúvidas do envolvimento dos três na morte. Segundo a jornalista Taline Schneider, natural de Três Passos e conhecida de Leandro, o comportamento do casal passou a ser motivo de suspeitas na cidade desde a morte da ex-mulher (mãe de Bernardo), por suicídio, dentro do consultório em que ele trabalhava:

– Nunca se falou nada de errado deles, até este episódio estranho. Na época foi um diz que diz e a comunidade ficou meio revoltada porque ele assumiu a nova mulher logo depois, como se nada tivesse acontecido. Recentemente, os comentários eram que o Bernardo sofria maus tratos em casa. Dos veículos da RBS e de sites da Região Noroeste do Estado.

About these ads
3 Comentários leave one →
  1. 16/04/2014 11:09

    Republicou isso em Agro Mecanica Tatuie comentado:
    Estamos a cada dia que passa a beira de um caos a cada dia que passa.

  2. Silvia permalink
    19/04/2014 20:33

    Assassinos, podem ter certeza, eles irao pagar por isso, serao infelizes pro resto da vida. Nao terao paz, serao atormentados e o dinheiro que eles tanto queriam, sera de fato o que ira destruir a vida desses assassinos nojentos. Quanto ao pobre Bernardo, ele ja esta em paz com a mae dele junto a Deus.

  3. Lucy permalink
    20/04/2014 11:35

    Em casos assim pode haver uma história. É bom dar uma geral nos hospitais, clínicas onde trabalharam essas pessoas. E reabrir o caso da morte da genitora do garoto também.
    Ao invés de propagar a vida, profissionais da saúde usando seus conhecimentos para o mal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 124 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: